Afiliadas ao Fonacate debatem estratégias

21

 

 

Pioneiro ao lançar Carta de Princípios com diretrizes para  os candidatos às eleições de 2018, o Fonacate e suas afiliadas, dentre elas o Unacon Sindical, querem colaborar para que a sociedade conheça os candidatos comprometidos com o fortalecimento do serviço público e com as pautas alinhadas aos direitos dos trabalhadores.

 

O debate sobre as eleições de 2018, que começou em fevereiro deste ano, teve novo capítulo na Assembleia do Fórum desta terça-feira, 15 de maio, quando as afiliadas discutiram estratégias para apoiar a formação de uma bancada suprapartidária, formada por parlamentares que subscrevam as linhas gerais defendidas na Carta. (clique aqui e conheça o documento)

 

“Nas últimas eleições gerais realizamos encontro do Fonacate com os principais candidatos à Presidência da República. A partir da definição das candidaturas, começaremos a agendar esses debates. A novidade, neste pleito, dentro dos limites da legislação eleitoral, é que vamos organizar eventos e dar destaque a candidaturas que defendam nossas pautas principais”, enfatizou o presidente do Unacon Sindical e do Fórum, Rudinei Marques.

 

O projeto de lei do Senado (PLS) 395/2017, que dispõe sobre a compensação financeira entre os Regimes Próprios de Previdência dos servidores titulares de cargos efetivos da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios; e o projeto de lei nº 4.497/2001 – que trata dos termos e limites do exercício do direito de greve pelos servidores públicos, também foram itens da pauta. O Fonacate defende um aperfeiçoamento dos textos.

 

5ª Conferência – As entidades também avaliaram o sucesso da 5ª Conferência Nacional das Carreiras Típicas de Estado, realizada nos últimos dias 17 e 18 de abril e que reuniu cerca de 500 servidores públicos, acadêmicos e pesquisadores no auditório da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio (CNTC), em Brasília/DF. (clique aqui e assista as palestras)

 

Como desdobramentos do evento, o Fórum realizará um seminário, no segundo semestre, para debater os impactos da informatização do serviço público, uma temática sugerida pelo professor da FGV e palestrante da Conferência, Sérgio Guerra.

 

 

 

Com informações: Ascom/Fonacate